segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

O TEMPO E O VENTO



"Como o tempo custa a passar quando a gente espera. Principalmente quando venta.
 Parece que o vento maneia o tempo." Érico Veríssimo

O Tempo passa como passa o Vento, ambos não se deixam represar, são soberanos no ato de passar...
O Tempo passa e com ele as cores das roupas gastas, as vezes ao ouvir passar o vento sinto falta dos muitos momentos que vestí.

Um navio que vai ao longe com o passar do tempo e já não se lembra do cais, assim passa o vento, ele já não olha para trás

As coisas mais leves o vento não consegue levar:
o carinho de um abraço, o cheiro da manhã, a amizade que conforta. 

Momentos como os pequenos gestos fazem a diferença e duram toda a eternidade, mas as vezes a eternidade pode durar apenas um segundo.

Tão suave como o vento que passa, pode ser o passar do tempo.
Mas tão severo e rude pode ser seu passar que leva tudo ao redor
O Tempo desfolha o sofrimento
E o vento leva para longe as dores

Que suave como o vento que vai passando, seja seu traço na linha do tempo
Que os corações que esfriaram com o tempo, sejam aquecidos com o sopro leve do vento



Nenhum comentário:

Postar um comentário