segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

O QUE ENXERGA O CORAÇÃO




Que os meus olhos possam apreciar as pessoas não pelo que elas são
Mas por aquilo que elas podem tornar-se

Que os meus olhos possam ver sempre a melhor parte
Tornar os buracos pouco visíveis
Ainda que os erros tornem grande as imperfeições.

Que os meus olhos possam ver além das aparências
Enxergar aquém do que o homem pode mostrar.
E ao pousar os meus olhos com amor, entender tudo aquilo que o outro pode revelar.

Que os meus olhos possam contemplar o coração
Ver a bondade escondida, onde mesmo ela nem habite.
Enxergar o que de melhor possa haver.
Ainda que o exterior não seja bom de se ver

Os olhos de quem enxerga com amor;
Vê brilho onde não há beleza aparentemente.
E que o brilho, ainda que ofuscado, nunca deixe de ser o que me inspira.
Seja sempre o brilho, o que enxerga o coração.