sábado, 17 de julho de 2010

A harmonia entre Deus e a Ciência Moderna




A nossa busca - ir e tentar descobrir o elo que une a nossa herança enquanto seres humanos à constituição do universo - nos leva a estudar a sabedoria biblica e os conhecimentos científicos. Assim verificamos que a síntese entre as descobertas cientificas e as tradições biblicas revelam-nos um universo que evoluiu, seja pelo desenvolvimento científico, seja por intervenção divina.
Um entendimento da ciência e da biblía mostra que, em vez de se contradizerem, os capítulos iniciais do livro de Gênesis e as descobertas da ciência moderna corroboram-se multuamente
O mundo é algo positivo, valoroso e digno de cuidadoso estudo porque foi criado para um propósito por um Deus perfeitamente bom (Geneis 1). Os humanos, como os únicos portadores da imagem de Deus, foram criados para discernir, descobrir e desenvolver as coisas boas da criação para glória de Deus e melhoria humana através do trabalho. O mandato da criação (Genesis 1: 26 – 28) inclui a atividade científica.

A noção de que a biblía e o conhecimento científico estão intimamente relacionados não é nova e continua importante. Estude os conhecimentos científicos se quiser compreender a relação entre o mundo e o modo como ele é regido por Deus
"Os céus narram a glória de Deus, e o firmamento proclama a obra de suas mãos" (Sl 19:2) também é verdade que estudar e entender a história que esses céus contam é importante.
As Leis da Natureza exibem ordem, padrão e regularidade, visto que elas foram estabelecidas por um Deus de ordem (Salmo 19:1 – 4). A ciência deve ter como principio básico nos fazer entender essa ordem, padrão e regularidade exibidas por essas leis.
As virtudes intelectuais essenciais para levar o empreendimento científico adiante (constância, honestidade, integridade, humildade e coragem ) são partes da Lei Moral de Deus (Êxodo 20: 1 – 17)

Enquanto o cristianismo e a ciência tiveram suas disputas, não nos daremos conta que não há nada inerente à visão cristã, que seja inimiga da ciência corretamente entendida.
Isso quer dizer que a ciência a cada descoberta, não nos prova a inexistência de Deus, ao contrário, a ciência é chave para a compreensão do Universo que Deus criou.

Na história do Universo está contido um percurso que, atravessando muitas águas turvas, nos faz chegar a entender o que somos: a medida que se desenvolveu intelectualmente e progrediu nas conquistas materiais, o homem se isolou agindo como se todo o universo existisse em função dele. E aos poucos estamos percebendo que é fundamental para a nossa realização o encontro com Deus, a busca da unidade, da harmonia e da integração de nós mesmos com Deus e com o universo criado por Ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário