terça-feira, 12 de outubro de 2010

UM SORRISO DE CRIANÇA

Os tempos de criança tem cheiro de chuva, sabor de algodão doce...

Tem lembranças que nunca se apagam...


Ser criança é ter esperança no olhar

É se tornar gigante diante de gigantescos pequenos obstáculos

É ter o dia mais feliz da vida todos os dias


Tem uma frase de Arthur Miller que gosto demais, ele disse: “ Não se pega o espírito de uma criança correndo atrás dela. É preciso ficar parado e por amor ela retornará”

A criança nos mostra Deus no extraordinário e traduz a essência do ser criado por Ele


Ser criança é estar de mãos dadas com a vida.

É desejar ansiosamente todas as respostas

É fazer amigos antes mesmo de saber o nome deles


Encontramos tanta alegria no sorriso de uma criança que o coração fica pequeno demais para o corpo.

O sorriso de uma criança é como o arco-iris depois de uma tempestade repentina


Ser criança é sentir o presente como se o amanhã não tivesse importância

É fazer planos, dormir inventando sonhos, mesmo os que não se podem realizar

É acreditar que tudo é possível


Por que não fazemos hoje o que fazíamos outrora: despertar a criança que em nós há

Sorrir por nada, brincar na terra, correr na chuva

Devolver o mistério dos sonhos de infância


Ser criança...

Ter os olhos cheios de maravilha e surpresa

Com renovada energia acordar cada manhã

Acreditar que o futuro ainda é uma missão a realizar


Que possamos...

Voltar a ser criança e reaprender o mundo. Retornemos aos sonhos!

Que reapareçam as lembranças de questionamentos

Desvelem-se incoerências acomodadas que já nos passam desapercebidas na correria do dia-dia


Voltemos às recordações escondidas no coração e que possamos nos reencontrar com o homem-menino que há dentro de cada um de nós!!!



Dedico estas reflexões às crianças da minha vida, umas pequenas, outras crescida e uma que ainda está por nascer (Icaro, Allan, Nathália, Netinho, Débora, Arthur, João Pedro, Giulia, Tiaguinho e bb). Mas dedico principalmente à criança presente em cada um de nós!

Nenhum comentário:

Postar um comentário